bg
bg
bg

Sobre

DJ Divinex iniciou sua carreira na década de 90. Começou a gostar de música internacional e isso o impulsionou a gravar suas fitas cassete. Com isso já fazia as festinhas da turma da escola. Quando se deparou pela primeira vez com os equipamentos profissionais para DJ não pensou duas vezes “é isso que eu quero” disse ele. Qualificou-se e iniciou sua carreira, ainda adolescente, na discotecagem.

Carreira
Apresentações em casas noturnas na cidade de Araguari e região.
Participação de diversos programas de rádio específicos em música eletrônica.
Produção de eventos sociais e temáticos incluindo casamentos, bailes de debutantes, formaturas, confraternizações, aniversários, datas comemorativas entre outros.
Durante a pandemia em 2020/2021, período de pausa nos eventos, dedicou-se no projeto de lives semanais em parceria com um amigo, convidando DJs da cidade e região no intuito de divulgar o trabalho e manter viva a arte da discotecagem.

Atualidade
Com o Know-how que possui, 25 anos de experiência e mais de 1000 eventos em toda a carreira, DJ Divinex é bastante requisitado quando se exige profissionalismo na arte da discotecagem.
Sempre acompanhando novas tendências de mercado de equipamento e atualizado aos estilos musicais, DJ Divinex garante animação na pista de dança.

Influências Musicais

DJ Divinex cresceu ouvindo músicas lançadas na década 70 e 80. Isso contribuiu para a preferência musical. Assim que começou a gostar de músicas, tratou logo de gravar suas fitas cassetes com as preferidas para ouvir quando quisesse. A primeira música que lhe chamou atenção foi “Londonbeat – I’ve Been Thinking About You” lançada em 1991. Não sabia o que significava mas não tirava a música da cabeça. No intuito de querer ouvir novamente passou a escutar mais o rádio e com isso foi conhecendo mais músicas. Logo, as fitas que eram apenas para ouvir tornaram-se ferramentas de trabalho. Começou a levar fitas para a escola e pedia para tocar no som na hora do recreio. De forma intuitiva foi tornando-se um apreciador de músicas e disseminador entre os amigos do estilo Dance Music.

Teve sua primeira experiência com festa propriamente dita quando seu pai alugou um espaço anexo à sua residência para um pessoal fazer “festinha de garagem”.  Aquele primeiro contato com equipamentos, caixas enormes de som, iluminação colorida e um DJ de verdade colocando música pra galera dançar o deixou vislumbrado. Não se conteve até conseguir fazer um curso de DJ. No auge da década de 90, com a música eletrônica em alta, o DJ era o responsável por fazer performances com discos  de músicas variadas e estilos diferentes, criando mixagens inovadoras e deixando sua marca registrada pelas casas noturnas por onde passava. Foi aí que ele se deparou com uma situação inusitada, a obrigação de comandar uma pista de dança de uma boate com mais de 800 pessoas. A partir de então, passou a ser residente e uma casa noturna. Essa experiência contribuiu muito para seu gosto musical  quando passou a conhecer a House Music.

Pesquisando mais e mais o cenário eletrônico da música, deparou-se com nomes importantíssimos entre DJ’s, produtores, bandas, cantores e projetos. Soube diferenciar entre o que era “comercial” o que tocava em rádios e “underground” o que era disseminado apenas em casas noturna e festas do gênero. Foi então que aprofundando em suas pesquisas e buscando pelas origens da música eletrônica, encontrou o estilo que tornou-se para ele uma referência, uma cultura e o estilo preferido, a House Music.

Setup

Como iniciou carreira profissional com vinil, aperfeiçoou técnicas que colocam esse equipamento como o preferido. Sabe-se que a produção de vinil foi encerrada bruscamente, restando poucas fabricas a título de produção por encomenda. Mesmo assim por um tempo quando teve oportunidade utilizou vinil de time code (comando de músicas digitais no computador através de um disco com um ruído específico). Relutou em utilizar CD, pois os aparelhos da época não traziam a textura, o contato direto com a mídia e isso para ele era artificial. Assim que o mercado ofertou um equipamento que tivesse as mesmas características do toca-discos de verdade em peso, textura, pitch, não teve dúvidas e comprou o Numark CDX. Atualmente DJ Divinex utiliza esse equipamento quando o evento é mais voltado à música eletrônica e deseja o contato nostálgico, uma vez que através da tecnologia esse aparelho é ligado digitalmente ao notebook pelo sistema DVS oferecendo assim total recurso do software na ponta dos dedos.

Por trabalhar atualmente em eventos sociais, quando utiliza CDJ Pioneer não dispensa o notebook com o software Rekordbox e os motivos são vários podendo destacar um em especial: a praticidade de encontrar uma música uma vez que em evento social não se trabalha com playlist e sim com uma biblioteca vasta de títulos. A busca por um título não pode demorar mais que a vontade de tocá-lo naquele momento, quer seja para atender um pedido quer seja para criar uma mixagem criativa.

Tamanho e peso são as características favoráveis das controladoras em relação ao setup completo (players e mixer). Para determinados eventos a utilização de um setup completo é análogo a utilização de uma bazuca para matar um mosquito, não justifica. DJ de evento social precisa ter o equipamento compacto que favorece no transporte e em seu posicionamento no palco de um evento que pode ser compartilhado por banda, equipe de dança, formandos enfim. O valor de uma controladora é outro ponto significante quando se levanta a questão custo x benefício. A escolha de um equipamento determina sua utilização. Atualmente DJ Divinex utiliza a controladora DDJ-RX, a qual possui todas as funcionalidades necessárias à sua exigência tais como conexões externas de entrada e saída, recursos com integração ao protocolo midi, quantidade de canais e pads para performance.

Topo
Open chat